ENTREVISTA: JOSEPH FALA SOBRE A CARTA NA FINAL DE THE VAMPIRE DIARIES, SOBRE NÃO ESTAR EM X-MAN E THE ORIGINALS

Quando The Originals retornar com uma quarta temporada truncada na sexta-feira (17 de março), espero que o drama sobrenatural abrace seu lado mais sombrio. Cinco anos se passaram desde os eventos do final da 3ª temporada, e com todos os Mikaelson atualmente indispostos, Marcel declarou Nova Orleans como sua. Mas há uma maldição sob a cidade, que causará problemas para Klaus e sua família, incluindo sua filha distante, Hope.

Antes da estreia da 4º Temporada (“Gather Up the Killers”) a MTV News conversou com a estrela Joseph Morgan sobre o retorno de The Originals, aquele momento final inesperado da série The Vampire Diaries e como ele aprendeu a parar de questionar a mitologia do universo da criadora Julie Plec. Viu? Até mesmo a estrela do show não consegue descobrir como o tempo de The Originals sincroniza com o de The Vampire Diaries.

Tecnicamente, faz cinco anos que não nos encontramos com Klaus em Nova Orleans. Um salto de tempo é uma boa maneira de apertar o botão de reiniciar as coisas. Você se sentiu assim na 4º temporada?

Morgan: Definitivamente. Além disso, é uma temporada mais curta foi uma mudança bem-vinda para nós, certamente para mim. Você sabe, 22 episódios por ano é muito. Então isso é uma coisa boa. Há novas dinâmicas e novas tensões entre os personagens e novos personagens. Inicialmente, eles falaram no início sobre saltar para a frente muito mais no tempo, o que teria sido interessante [mas] não para os nossos personagens humanos com toda essa maquiagem prótese envelhecimento. É engraçado porque temos uma boa presença nas mídias sociais, e muitas vezes você recebe mensagens como: “Por que vocês não podem fazer episódios durante todo o ano?” Meu Deus. Vocês não entendem como todos nós acabamos de terminar no final de uma temporada. Seria apenas pior gradualmente, como todos nós crescemos mais e mais cansado e exausto com ele. Então o que você tem é uma temporada truncada que está cheia de energia e vida e uma história precisa.

 

Klaus está sendo aprisionado e mentalmente torturado há cinco anos pelo Marcel no começo da quarta temporada. Em qual tipo de estado emocional o encontraremos? Ele está sem esperança ou talvez vingativo?

Morgan: Ele é um pêndulo. Ele está balançando entre os dois. Ele é uma mola espiral algumas vezes, furioso e cheio de vingança. E outras vezes em que parece não ter mais esperanças e ele sente como se nunca fosse sair daquele calabouço. Então pelo menos nos dois primeiros episódios, é uma mistura dos dois. E Marcel está gostando disso. Ele está gostando de ter Klaus exatamente onde ele quer que Klaus esteja.

 

Com certeza. Ele nem sequer tem um coração, então como ele poderia se importar?

Morgan: Exatamente! Ele não tem coração. Eu me pergunto como isso funciona agora. Existe apenas um grande buraco onde seu coração estava? Cresceu um novo coração? Não tenho certeza. Desde que Damon parou de se transformar em um corvo, deixei de questionar [a mitologia]. Ou um corvo, ou o que quer que seja. [Risos]

 

Sabemos que Cami (Leah Pipes) faz uma aparição no 2 episódio, talvez como um dos delírios de Klaus. Que tipo de presença ela tem sobre Klaus nesta temporada?

Morgan: Ela tem uma presença literal nesse episódio, é claro. Para mim, esta temporada é toda sobre o relacionamento de Klaus com Hope. Isso é o que levou o personagem durante toda a temporada, e que foi certamente a parte da temporada que eu gostei mais, as cenas que eu gostava de contracenar mais. Então, as palavras de Cami a ele sobre sua filha e seus conselhos que ela ofereceu e oferece na temporada seguinte estão definitivamente presentes em sua mente enquanto ele move para a frente.

 

Como que vai ser essa relação pai-filha nesta temporada? Ele perdeu cinco anos de sua vida. Estou supondo que isso vai pesar sobre ele de forma significativa.

Morgan: Eles são estranhos. É tão bizarro porque ele a conheceu e a amou, mas ela era uma criança. Ela não se lembra de nada disso, realmente. Ela não se lembra do rosto dele. Ela só o conhece como este homem que sua mãe falou, e então de repente [ela tem] aquele homem em casa. A ideia de um pai é muito diferente de ter um pai. Portanto, há uma grande responsabilidade e está aterrorizado que ele não pode viver lá. Eu acho que, de alguma forma, Hope é quem ajuda Klaus, talvez sendo uma treinadora para gerenciar sua raiva. Mas eu não acho que Klaus é a melhor pessoa para ir em aulas de como controlar seus poderes em tudo, ou [para] auto-descoberta. Nós começamos a ver alguma mágica de [Hope] como ela aprende a controlá-la e entender quem ela é.

 

Eu tenho que perguntar sobre o final da série The Vampire Diaries porque a carta que Klaus escreveu para Caroline foi tão inesperada. Julie Plec disse que ela originalmente queria que você estivesse no episódio, mas não deu certo. Você sabia sobre esse plano?

Morgan: Eu não sabia sobre a carta até depois que ela foi ao ar. Eu estava tipo, Huh, ele enviou uma carta para ela. Você notou como a letra de Klaus mudou dramaticamente nos diferentes episódios que ele enviou cartas ou notas? Eu não acho que eles tenham apontado para baixo. [Risos] Ele é um homem de muitas fontes. Mas é um bom equilíbrio que eles têm que andar com o final, porque o ideal é trazer de volta todos os personagens que significava algo para o show. Mas então você também tem que fazer justiça para a linha de história que está sendo jogada para fora. Sabendo como os fãs são apaixonados por tudo, era melhor não ter Klaus infiltrado nesse mundo. A carta quer dizer que ele está salvo? Porque ele obviamente escreveu a carta em algum tempo no futuro, isso significa que ele sobrevive a temporada inteira? Ou ele está escrevendo isso em algum momento da 4º temporada? Quanto mais você abrir essa caixa de Pandora, é mais difícil para fechar.

 

Falando em abrir a caixa de Pandora, parabéns por não ter se juntado ao elenco da nova série X-Men da Fox, apesar dos rumores. Como é que tudo começou?

Morgan: Foi engraçado responder a tantos telefonemas apavorados. Eu só fiz isso como um favor para Bryan Singer e a Fox, entrando e lendo. Eu conhecia Bryan antes, e eu senti que seria uma maneira divertida de me envolver nesse mundo. Eu não tinha ideia de que [a produtora executiva Lauren Shuler Donner] iria tirar uma foto e dizer: “Ei, este é o elenco!” É um grande projeto, mas obviamente estou ocupado. Foi muito engraçado ver todos os artigos e, em seguida, as retrações.

 

Pessoalmente, eu estava aqui torcendo para esse elenco. Você é um grande fã dos quadrinhos, estou certa?

Morgan: Eu sou! É por isso que eu queria pelo menos entrar e ajudar na mesa de leitura. Mas vamos ver o que vai levar.

 

FONTE | TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Joseph Morgan Brasil

Deixe um comentário

    Tera klaus e caroline nesss temporada?

    Se ou quando TO acabar eu gostaria que ele tivesse essa oportunidade. Na Vampire Attraction o Joseph falou que gosta dos X men

    Eu realmente espero como fã da série e fã do trabalho do ator Joseph que The Originals não tenha um final decepcionante como foi o final da série The Vampire Diaries.